Aposentado terá que provar que está vivo para não perder o benefício

Agência do INSS em Parnaíba. Foto: Daniel Santos

Em torno de cinco milhões de beneficiários como aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) serão convocados para o recadastramento por meio de mensagens para os beneficiários que recebem por meio de conta corrente.

Já o recadastramento para os que recebem via cartão magnético acontece anualmente. As convocações serão feitas a partir de abril deste ano, nas mensagens dos rodapés dos extratos, saques. Segundo Valdecy Cabral, gerente da agência do Branco do Brasil, disse que a resolução 141 de 2011 que abrange os que têm conta corrente e poupança é nova.

A prova de vida é um recadastramento que após o aviso, os pensionistas e aposentados do INSS devem provar que estão vivos no prazo de 30 dias para não perder o benefício. A ação já acontecia para os que têm cartão do INSS; e agora passa a valer para os que recebem em conta corrente ou pensão, a previsão é para maio. Está medida é uma maneira de evitar que o instituto de seguridade pague benefícios para pessoas que não estão mais vivas.

Segundo Antônio Fortes Diniz, gerente da agência do INSS de Parnaíba, os idosos debilitados que não tem condições de comparecer as agências, por dificuldades de locomoção podem recorrer a uma procuração para garantir um representante que realiza as transações por eles.

Os aposentados e pensionistas do INSS devem aguardar o recebimento de comunicado do banco, sem necessidade de comparecer às agências. A prova de vida é obrigatória, pois é uma forma de evitar fraudes. Quem não realizar o processo corre o risco de perder o benefício.